Aeronáutica libera áudios registrados na ‘Noite Oficial dos OVNis’

   
 
Era 20 de maio de 1986 quando o tenente-brigadeiro do ar Octávio Júlio Moreira Lima, então ministro da Aeronáutica, convocou uma coletiva de imprensa. A intenção do oficial era divulgar ao Brasil inteiro que caças da Força Aérea Brasileira (FAB) haviam perseguido, sem sucesso, 21 objetos voadores não identificados (OVNIs) que sobrevoaram o espaço aéreo de nosso país.     
 
O evento ocorreu um dia antes da entrevista de Moreira Lima, em 19 de maio de 1986, há 30 anos, quando os objetos foram detectados pelos radares do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I), de Brasília.     
 
A revoada teve em torno de três horas de duração e pôde ser observada em quatro estados distintos — Paraná, Rio de Janeiro, Goiás e São Paulo. Diante do fato, a FAB iniciou duas operações para perseguir e interceptar os OVNIs, utilizando para tal caças Dassault Mirage III e F-5E Tiger II.      As aeronaves decolaram das Bases Aéreas de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, e de Anápolis, Goiás. Na noite de ontem (22), o programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu uma reportagem especial a respeito da Noite Oficial dos OVNIs.     
 

Nas imagens, é possível rever a reportagem original do programa do dia 25 de maio de 1986, semana do ocorrido, bem como áudios inéditos de diálogos entre o controle de solo e os pilotos da aeronave e também entrevistas com participantes dos eventos. No site da Aeronáutica, é possível conferir todos os diálogos na íntegra.

Comments