A Lua ganhou uma irmã mais nova: minilua foi descoberta orbitando a Terra

Netuno, o último planeta do Sistema Solar, possui 14 satélites naturais. Urano tem 27. Júpiter e Saturno ostentam 67 e 62, respectivamente, “humilhando” Marte, que tem apenas 2, e a Terra, com a nossa solitária Lua. Isso, porém, está para mudar: a Terra agora possui uma minilua!

De acordo com a Nasa, um pequenino objeto com 36 metros de diâmetro e 91 metros de comprimento foi capturado pela órbita da Terra há pouco mais de 100 anos – para efeito de comparação, o diâmetro da Lua é de 3,4 mil quilômetros! Por ser muito pequeno e estar a uma distância entre 38 e 100 vezes a da Terra à Lua, essa minúscula rocha passou despercebida durante os últimos anos, sendo descoberta apenas no último mês de abril.

Chamada oficialmente de asteroide 2016 HO3, essa minilua deverá ter seu status alterado em breve, ganhando um nome mais “satelístico”. Porém, por ser um asteroide errante, sua dança ao redor do planeta Terra deve ser passageira, mas, de acordo com os cientistas, ela não corre risco de impactar nem a nossa casa e nem a nossa Luazona.

Distância da minilua é entre 38 e 100 vezes maior do que a da Lua

“A órbita desse asteroide em torno da Terra se descola para frente e para trás a cada ano, mas não o suficiente para desgarrar da ação gravitacional do planeta mais do que 100 vezes a distância até a Lua”, explicou Paul Chodas, gerente da Nasa que estudo objetos próximos ao nosso planeta. “Nossos cálculos indicam que o 2016 HO3 tem sido um quase-satélite estável da Terra por cerca de um século e vai continuar a seguir esse padrão como companheiro da Terra nos séculos vindouros”, acrescentou Chodas.

o vídeo abaixo, em inglês, divulgado pela Nasa, você pode compreender um pouco mais sobre a órbita dessa minilua e entender como a ação gravitacional pode influenciar pequenos objetos que passam por aqui:

 

Fonte Megacurioso

Comments

Facebook Twitter Google+